A consciência ambiental do brasileiro no cenário contemporâneo

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre o tema A CONSCIÊNCIA AMBIENTAL DO BRASILEIRO NO CENÁRIO CONTEMPORÂNEO apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

INSTRUÇÕES PARA A REDAÇÃO
•    O rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
•    O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em ate 30 linhas.
•    A redação que apresentar copia dos textos da Proposta de Redação ou do Caderno de Questões terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.
Receberá nota zero, em qualquer das situações expressas a seguir, a redação que:
•    Tiver até 7 (sete) linhas escritas, sendo considerada “texto insuficiente”.
•    Fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo.
•    Apresentar parte do texto deliberadamente desconectada do tema proposto.

Texto I

Cartilha Cidadania para todos

A vida do homem depende essencialmente da preservação do meio ambiente, não se deve, portanto, colocar o desenvolvimento econômico acima da preservação da natureza e das espécies, porque isso implicaria não apenas destruir o ambiente sadio do homem, mas toda e qualquer possibilidade de vida. Tanto é verdade que, no âmbito interno, a Constituição Federal vigente (1988) dedica um capítulo específico ao tema sob o título: “Do Meio Ambiente”, elevando-o dessa forma à condição jurídica de “bem de uso comum do povo”. A Magna Carta, em vigor, prescreve que “Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações (CF, Art. 225).

Para assegurar a efetividade desse direito, conforme o texto constitucional, incumbe ao Poder Público:

1) preservar e recuperar os processos ecológicos essenciais e prover o manejo ecológico das espécies e dos ecossistemas;
2) preservar a diversidade e a integridade do patrimônio genético do País;
3) definir espaços territoriais e seus componentes a serem especialmente protegidos, isto é, estabelecer e delimitar as áreas ecologicamente importantes;
4) exigir estudo prévio de impacto ambiental para a instalação de obra ou de atividade potencialmente causadora de degradação do meio ambiente;
5) controlar a produção, a comercialização e o emprego de técnicas, métodos e substâncias que comportem risco para a vida e o meio ambiente;
6) promover a educação ambiental em todos os níveis de ensino (A Constituição Estadual determina a criação da disciplina Educação Ambiental em todos os níveis de ensino);

Fonte: http://www.dhnet.org.br/w3/ceddhc/bdados/cartilha8.html

Texto II

Texto III

O Brasil é o segundo país com a maior cobertura vegetal do mundo, ficando atrás apenas da Rússia. Entretanto, o desmatamento está reduzindo de forma significativa a cobertura vegetal no território brasileiro. São aproximadamente 20 mil quilômetros quadrados de vegetação nativa desmatada por ano em conseqüência de derrubadas e incêndios.

Esse processo acarreta vários fatores negativos ao meio ambiente, entre eles se destacam: perda da biodiversidade, empobrecimento do solo, emissão de gás carbônico na atmosfera, alterações climáticas, erosões, entre outros.
O desmatamento no Brasil ocorre principalmente para a prática da atividade agropecuária. Porém, a construção de estradas, hidrelétricas, mineração e o processo intensivo de urbanização contribuem significativamente na redução das matas.

Conforme cálculos do Instituto Nacional de Pesquisa Espacial, a área desmatada na Amazônia até o ano de 2002 era superior ao tamanho do território francês. Isso se deve principalmente à extração de madeira e atividade agropecuária. De acordo com pesquisas do Ministério do Meio Ambiente, foi constatado que 80% da extração da madeira na Amazônia ocorrem de forma ilegal.

Fonte: http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/desmatamento-no-brasil.htm

Você pode gostar de

Deixe um comentário